O PROJETO ESCOLA ABERTA E SUAS RELAÇÕES ENTRE ESCOLA, ARTE E CIDADANIA

Autores

  • Lucas Nascimento Braga Silva Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS)
  • Rosemari Fiuza da Silva Universidade Estadual do Rio Grande do Sul UERGS
  • Cristina Rolim Wolffenbüttel PPGED-Universidade Estadual do Rio Grande do Sul

Palavras-chave:

Escola Aberta, Oficinas, Artes Visuais, Música

Resumo

O presente relato de experiência apresenta as relações entre escola, arte e cidadania, a partir das oficinas de Artesanato e Música, desenvolvidas no âmbito do Projeto Escola Aberta, no Colégio Ivo Bühler – CIEP, em Montenegro/RS. Este projeto, que está inserido em comunidades em situação de vulnerabilidade social, tem oferecido os espaços físicos da escola para a realização de oficinas artísticas, culturais, esportivas e de geração de renda. A partir das oficinas de Artesanato e Música foi possível fortalecer os vínculos sociais e culturais com a comunidade e, assim, constituir uma atitude cidadã, possibilitando uma experiência educativa, em que o espaço escolar e as artes têm sido protagonistas.

Biografia do Autor

Lucas Nascimento Braga Silva, Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS)

Mestrando em Educação na Universidade do Vale do Rio dos Sinos - UNISINOS, na linha de pesquisa ''Formação de Professores, Currículo e Práticas Pedagógicas'' (PROEX/Capes). Graduado em Música: Licenciatura pela Universidade Estadual do Rio Grande do Sul - UERGS. Integrante do Grupo Interinstitucional de Pesquisa em Pedagogias, Docências e Diferenças(GIPEDI/CNPq) e do Grupo de Pesquisa "Educação Musical: diferentes tempos e espaços" (CNPq/Uergs). Foi bolsista do Programa Interinstitucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid/Capes) no subprojeto Música da UERGS. Atuou na Educação Básica das redes pública e privada. Tem interesse de pesquisas por temas como formação de professores, currículo escolar, Educação Musical e estudos sobre a docência.

Rosemari Fiuza da Silva, Universidade Estadual do Rio Grande do Sul UERGS

Professora licenciada em Artes Visuais, artista, artesão, pesquisadora e

Cristina Rolim Wolffenbüttel, PPGED-Universidade Estadual do Rio Grande do Sul

Pós-Doutora, Doutora e Mestre em Educação Musical pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Especialista em Informática na Educação - Ênfase em Instrumentação, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul. Licenciada em Música pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Coordenadora do Curso de Especialização em Educação Musical na Universidade Estadual do Rio Grande do Sul, Unidade em Montenegro. Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação – Mestrado Profissional, da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul. Coordenadora da Linha 2 – Artes em Contextos Educacionais do PPGED-MP/Uergs. Orientadora de bolsistas de iniciação científica e extensão em Música, Artes e Literatura, pelo CNPq, FAPERGS e UERGS. Líder dos Grupos de Pesquisa “Educação Musical: Diferentes Tempos e Espaços” (Grupem) e “Arte: Criação, Interdisciplinaridade e Educação” (ArtCIEd), registrados no CNPq e certificados pela UERGS. Diretora Regional Sul da Associação Brasileira de Educação Musical. Membro do Comitê Assessor de Artes e Letras da Fundação de Amparo à Pesquisa do Rio Grande do Sul (FAPERGS). Integrante da Comissão Gaúcha de Folclore e da Fundação Santos Herrmann. Recebeu o Prêmio Jovem Pesquisador, pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, em 1988, com a pesquisa Acalantos, orientada pela Prof.ª Dr.ª Rose Marie Reis Garcia, com o objetivo de resgatar como cantigas de ninar. Em 2010 recebeu o Prêmio Betinho Atitude Cidadã, do Comitê de Entidades no Combate à Fome e pela Vida (COEP), um reconhecimento às ações em música, desenvolvidas nas escolas de Porto Alegre, potencializando o COEP, na luta contra a fome e pela promoção da cidadania. Recebeu, em 2011, a Medalha Dante de Laytano, em reconhecimento aos relevantes serviços prestados à preservação, promoção, pesquisa e defesa do folclore e das manifestações culturais populares no Rio Grande do Sul. Em 2013, recebeu o Troféu Mulher Gaúcha, da Secretaria de Políticas para as Mulheres/SPM-RS, pelo conjunto da obra nas pesquisas em Folclore e Educação Musical. Dentre sua produção científica destacam-se publicações individuais e com parcerias. É autora dos livros “Folclore e Música Folclórica: o que os alunos vivenciam e pensam”, “A Inserção da Música em Projetos Político Pedagógicos da Educação Básica”, “A Música na Região de Montenegro”, “Cantigas de Ninar”, “Terço Cantado: uma religiosidade popular na Região de Montenegro”, “Resgatando os Contos e as Lendas da Nossa Terra”, além de artigos em periódicos científicos de Música, Educação, Educação Musical, Educação e Cultura Popular. No campo artístico atuou como violinista, na Orquestra do Centro Cultural 25 de Julho, e foi regente do Coral do Colégio Sévigné, ambos em Porto Alegre. Em Montenegro foi regente do “Grupo de Canto Gregoriano Vox Noctis” e do “Coral da Fundarte”. Na cidade de Gravataí foi regente dos “Coros Infantil e Adulto”. É verbete no Dicionário de Mulheres, da autoria de Hilda Agnes Hubner Flores.

Referências

MENDES, Valdelaine et al. A participação da comunidade no Projeto Escola Aberta no Rio Grande do Sul: o uso da escola pública nos finais de semana. Ensaio: Avaliação e Políticas Públicas em Educação, [S.l.], v. 17, n. 64, p. 549-570, july 2009. ISSN 1809-4465. Disponível em: https://revistas.cesgranrio.org.br/index.php/ensaio/article/view/510>. Acesso em: 17 sep. 2021.

PAOLIELLO, Noara de Oliveira. A flauta doce e sua dupla função como instrumento artístico e de iniciação musical. 2007. Monografia (Licenciatura Plena em Educação Artística – Habilitação em Música) – Instituto Villa-Lobos, Centro de Letras e Artes, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.

RIO GRANDE DO SUL. Secretaria de Estado da Educação. Projeto Escola Aberta. Porto Alegre, 2005

RODRIGUES, Walace. Arte ou artesanato? Artes sem preconceitos em um mundo globalizado. Cultura Visual, n. 18, dezembro/2012, Salvador: EDUFBA, p. 85-95.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. 9 ed. Petrópolis: Vozes, 2008.

Downloads

Publicado

25/11/2021

Como Citar

Braga Silva, L. N., da Silva, R. F., & Wolffenbüttel, C. R. (2021). O PROJETO ESCOLA ABERTA E SUAS RELAÇÕES ENTRE ESCOLA, ARTE E CIDADANIA. Seminário Nacional De Arte E Educação, 27(27), 982. Recuperado de https://seer.fundarte.rs.gov.br/index.php/Anaissem/article/view/982

Edição

Seção

27º Seminário Nacional de Arte e Educação - RELATO DE EXPERIÊNCIA

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

<< < 2 3 4 5 6 7 8 > >>