DOMINIQUE HARTTMAN EM: A SAGA DE SER PESQUISADORA E MULHER NO BRASIL

DOMINIQUE HARTTMAN EM: A SAGA DE SER PESQUISADORA E MULHER NO BRASIL

Autores

  • Luiza Possamai Kons UFPR

DOI:

https://doi.org/10.19179/rdf.v51i51.1138

Palavras-chave:

Mulheres pesquisadoras. Escrita. Corpo e escuta. Memória.

Resumo

 Este artigo propõe uma imersão em minha experiência com a escritatória que consiste em um processo de escrita baseado na escuta  de vídeo chamadas gravadas, e nas memórias que se formulam a partir da linguagem oral. Durante os seis encontros virtuais desenvolvidos com Barbara Paul, Daniela Mara e Eliza Prataviera percebo que a escritatória não deixa de ser uma amostragem sobre o que é ser pesquisadora e artista neste contexto de precarização da pesquisa. Desse modo, a fim de discutir este regime de instabilidade comum a trajetória de mulheres: na junção entre nossas histórias crio uma versão da figura satírica, que surgiu durante nossos encontros, da pesquisadora fictícia Dominique Harttman.

Biografia do Autor

Luiza Possamai Kons, UFPR

Meu nome completo é Luiza Possamai Kons, mas sou também aqueles que não aparecem. Nasci em Assis Chateubriand, em 1993, no oeste do Paraná. Cidade marcada pelo ciclos de produção agrícola e suas consequências. Me sinto como um fragmento de linha dessa terra. Doutoranda em História pela UFPR, Mestre em Artes pela Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR), no ano de 2021, e graduada em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), no ano de 2017. Em minha pesquisa de mestrado analisei a terceira edição do fotolivro Juchitán de las Mujeres da fotógrafa mexicana Graciela Iturbide, para entender de que maneira a construção de vínculos entre fotógrafa e fotografadas impacta no processo de criação. E também os possíveis significados que se estabelecem na sequencialidade de páginas presente no suporte livro. Como se dão as relações de sentido? Quais as conexões entre as fotografias de Graciela e as foto palavras no prólogo Um certo Juchitán para Graciela Iturbide do escritor mexicano Marío Bellantín? E quais possíveis relações foram estabelecidas ao ensaio O homem do pinto doce da também escritora mexicana Elena Ponatowioska e em uma perspectiva fotográfica contemporânea. Entendo a fotografia como uma ferramenta política para refletir as relações e os vínculos. Em meu processo de criação discuto: gênero, pertencimento e as imagens que não foram.

Referências

ELIAS, Norbert. Sobre o tempo. Rio de Janeiro: Copyright, Editora Jorge Zahar Editor Ltda, 1998.

FABIÃO, ELEONORA. Programa Performativo: o corpo-em-experiência. Revista do LUME. Núcleo Interdiciplinar de Pesquisas Teatrais- UNICAMP. n.4, dez. 2013.

FEDERECI, Silvia. Calibã e a Bruxa: Mulheres, corpo e acumulação primitiva. São Paulo: Elefante, 2017.

.

GREINER, Christine, KATZ, Helena. Por uma teoria do corpomídia ou a questão epistemológica do corpo. Archivo Virtual Artes Escénicas, UCLM. Disponível em:<http://artesescenicas.uclm.es/archivos_subidos/textos/237/Christine%20Greiner%20y%20Helena%20Katz.%20Por%20uma%20teoria%20do%20corpomidia.pdf.

Acesso em: 23 nov 2019.

PRATAVIEIRA, Eliza. Corpe- Ambiente e processos de criação: planos para a instauração de paisagens transitivas. Dissertação, Faculdade de Artes do Paraná (FAP). Universidade Estadual do Paraná (UNESPAR), defendida em 2021, e ainda não publicada.

KAFKA, Franz. O castelo. São Paulo: Martin Claret, 2006.

KATZ, Helena. e GREINER, Christine. Por uma teoria corpomídia. In: O corpo: pistas para Estudos Interdisciplinares. São Paulo: Editora Annablume, 2005, pp. 125-133.

SHELLEY, Mary. Frankenstein. São Paulo: Darkside, 2017.

MARA, Daniela. parentes. 08 ago. de 2021. Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=eikJLFjkM9A&t=6s>Acesso em ago. 2021

MARIA DE JESUS, Carolina Maria. Quarto de despejo. São Paulo: Ática, 2019.

OLIVA, Gabriela. Depois de 12 dias fora do ar, CNPq restabelece acesso à plataforma Lattes. 03 ago. de 2021. Disponível em: <(https://www.poder360.com.br/governo/depois-de-12-dias-fora-do-ar-cnpq-restabelece-acesso-a-plataforma-lattes/> Acesso em ago. 2021

PIRES, BREILLER. Ciência brasileira sofre com cortes de verbas e encara cenário dramático para pesquisas em 2021. 30 dez. de 2020. Disponível em: <https://brasil.elpais.com/brasil/2020-12-31/ciencia-brasileira-sofre-com-cortes-de-verbas-e-encara-cenario-dramatico-para-pesquisas-em-2021.html> Acesso em ago. 2021

WOODWARD, Kathryn. Identidade e diferença: uma introdução teórica e conceitual. In: HALL, Stuart; SILVA, Tomaz; WOODWARD, Kathryn. Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais. Rio de Janeiro: Vozes, 2014.

Downloads

Publicado

19.10.2022

Como Citar

Possamai Kons, L. (2022). DOMINIQUE HARTTMAN EM: A SAGA DE SER PESQUISADORA E MULHER NO BRASIL: DOMINIQUE HARTTMAN EM: A SAGA DE SER PESQUISADORA E MULHER NO BRASIL. Revista Da FUNDARTE, 51(51), 145–164. https://doi.org/10.19179/rdf.v51i51.1138

Edição

Seção

Escrita Performativa