LIVRO DIDÁTICO DE ARTE DO 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL UMA ANÁLISE A PARTIR DA BNCC

Autores

  • Wagner Vianna Nascimento Universidade Federal de Pelotas

DOI:

https://doi.org/10.19179/rdf.v52i52.1071

Palavras-chave:

Livro di´datico, BNCC, Ensino de Arte

Resumo

O presente trabalho tem por objetivo analisar o livro didático de Arte para os Anos Finais do Ensino Fundamental, considerando a estrutura didática e metodológica da obra, bem como suas relações com o ensino de Arte como componente da Área de Linguagens, de acordo com a organização da Base Nacional Comum Curricular (BNCC), documento norteador dos currículos escolares. Para tanto, a análise volta-se ao livro do 6º ano, pertencente a uma coleção de livros de Arte do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental, intitulada “Por toda pArte”, da Editora FTD (2018), aprovada pelo Plano Nacional do Livro Didático como sugestão a ser adotada pelas escolas, em vigência até o ano de 2022. Para a análise nos apoiamos em duas competências específicas da área de Linguagens, a qual componente se insere e uma específica de Arte para os Anos Finais do Ensino Fundamental. A metodologia adotada é do tipo qualitativa, e como procedimento técnico a análise documental e para referencial teórico a revisão bibliográfica, por meio de teses e dissertações defendidas em programas de Pós-Graduação que se relacionam com a temática. O estudo revelou que o livro analisado está de acordo com as competências da BNCC analisadas, onde os capítulos da obra podem ser trabalhados de acordo com o contexto do professor na ordem apresentada ou de forma aleatória. Ainda com relação as competências analisadas a obra contempla em sua totalidade, sendo a apresentação teórica dos temas e a abordagem na perspectica da História da Arte se apresentam de modo contínuo nas propostas de atividades, contemplando ainda as múltiplas linguagens artísticas, como por exemplo a música, dança e atividades de produção artística individual ou coletiva pelos estudantes. Sugere-se a continuidade do estudo, de modo que análise seja ampliada para toda a coleção ou outra coleção de Arte, tendo em vista a pouca produção acdêmica sobre o tema bem como pesquisas correlatas.

 

Referências

CUCCO, Marcelo Pereira. DE NORTE A SUL NO ENSINO DE ARTE NO BRASIL A PARTIR DA ANÁLISE DO LIVRO DIDÁTICO DE ARTES DO ENSINO FUNDAMENTAL. Dissertação (Mestrado em Relações Étnico-Raciais), Programa de Pós-Graduação em Relações Étnicorraciais do Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca CEFET/RJ. Rio de Janeiro, RJ, 2015

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. – 6. ed. – São Paulo: Atlas, 2017.

GONÇALVES, Daniel Conceição. Vozes sobre o Uso de Histórias em Quadrinhos na Educação e no Livro Didático de Artes. Dissertação (Mestrado Acadêmico em Humanidades, Culturas e Artes), Universidade do Grande Rio (UNIRIO), Escola de Ciências, Educação, Artes, Letras e Humanidades, Programa de Pós-Graduação em Humanidades, Culturas e Artes (PPGHCA). Duque de Caxias, RJ, 2018.

NETO, Marcolino Gomes de Oliveira. ARTE E SILÊNCIO: A ARTE AFRICANA E AFRO-BRASILEIRA NAS DIRETRIZES CURRICULARES ESTADUAIS E NO LIVRO DIDÁTICO PÚBLICO DE ARTE DO PARANÁ. Dissertação (Mestrado em Educação), Universidade Federal do Paraná, Programa de Pós-Graduação em Educação. Curitiba, PR, 2012.

PRODANOV, Cleber Cristiano; FREITAS, Ernani Cesar de. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2013. 277p.

QUATTRER, Milena. A COR NO LIVRO DIDÁTICO DE ARTE. Tese (Doutorado em Artes Visuais), Universidade Estadual de Campinas, Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais. Campinas, SP, 2019.

THOMAS, Mariana Schnorr. O QUE SE PODE APRENDER SOBRE A ARTE DOS POVOS INDÍGENAS EM DOIS LIVROS DIDÁTICOS DE ARTE DO ENSINO MÉDIO. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Luterana do Brasil. Programa de Pós-Graduação em Educação. Canoas, 2018

Downloads

Publicado

14.12.2022

Como Citar

Vianna Nascimento, W. (2022). LIVRO DIDÁTICO DE ARTE DO 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL UMA ANÁLISE A PARTIR DA BNCC. Revista Da FUNDARTE, 52(52). https://doi.org/10.19179/rdf.v52i52.1071