INSTAGRAM NA ARTE: AS RELAÇÕES SOCIAIS ENTRE ARTISTA E PÚBLICO

Autores

  • Janaina Souza Lira da Conceição Universidade Federal de Pelotas
  • Vitoria Souza Lira da Conceição Universidade Federal de Pelotas

DOI:

https://doi.org/10.19179/2319-0868/1053

Palavras-chave:

Instagram, Arte, Redes sociais.

Resumo

Este artigo tem como finalidade explorar as potencialidades do Instagram no Brasil. Nesta análise, foram coletadas opiniões de usuários, assim como, visualizações de perfis de artistas e a interação que acontece entre eles e público. O Instagram conta com recursos de visualização artística para museus e exposições de arte, sendo um divulgador direto e um disseminador de conhecimento, pois através de tutoriais e workshops, postados pelos artistas, em seus perfis, os usuários aprendem novas técnicas. Constatou-se, porém, que o Instagram tem relevância na divulgação de artistas, mas o resultado não é o mesmo, no tocante a museus e exposições de arte, devido, talvez, à falta de costume do usuário ou desconhecimento do assunto.

Referências

ACS. Marco civil da internet. Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios. Brasília/DF, 2016. Disponível em: https://www.tjdft.jus.br/institucional/imprensa/campanhas-e-produtos/direito-facil/edic ao-semanal/marco-civil-da-internet. Acesso em: 10 mai. 2021.

ANPED. Nova resolução (510/2016) de Ética na Pesquisa. 2016. Disponível em: https://anped.org.br/news/nova-resolucao-5102016-de-etica-na-pesquisa. Acesso em: 25 abr. 2021.

ARTE, Contemporânea. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2021. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/termo354/arte-contemporanea>. Acesso em: 01 de Mai. 2021. Verbete da Enciclopédia.

BULHÕES, Maria Amelia. Práticas artísticas em redes sociais virtuais. Revista USP. São Paulo. Dossiê Redes Sociais. n. 92. p. 46-57. dezembro/fevereiro 2011-2012. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revusp/article/view/34882. Acesso em: 15 abr. 2021.

CARVALHO, Caroline Oliveira de; BAIRON, Sérgio. Da tela às telas: a obra de arte na era do Instagram. Intercom – Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação: 43º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação, virtual, ano 2020, ed. 1°, p. 1 - 15, 2020.

CULTURAL, Itaú. Arte Contemporânea. 2018. Disponível em: http://enciclopedia.itaucultural.org.br/termo354/arte-contemporanea. Acesso em: 17 abr. 2021.

CUPONATION. INSTAGRAM - 2019: estudo mostra quantas horas os jovens passam na rede social. Estudo mostra quantas horas os jovens passam na rede social. 2019. Disponível em: https://www.cuponation.com.br/insights/instagram-2019. Acesso em: 16 jun. 2021.

Encontro Nacional sobre práticas educativas em museus e centros de C&T, 2018, Rio de Janeiro. ANAIS ELETRÔNICOS. Rio de Janeiro: Biblioteca do Mast, 2018. 250 p.

GASPARETTO, Débora Aita. Arte Digital no Brasil e as (re)configurações no sistema da arte. 2016. 288 f. Tese (Doutorado) - Curso de Artes Visuais, Universidade Federal do Rio Grande do Sul Instituto de Artes Programa de Pós-Graduação em Artes Visuais - Doutorado, Porto Alegre, 2016.

GOETHE. Os artistas do Instagram: arte e mídias sociais. ARTE E MÍDIAS SOCIAIS. 2017. Disponível em: https://www.goethe.de/ins/br/pt/kul/mag/20901880.html. Acesso em: 05 maio 2021.

HIRAYAMA, Mônica S. As Transformações Sociais Desencadeadas pela Internet e Redes Sociais nos Universos Analógico e Digital. Revista Anagrama: Revista Científica Interdisciplinar da Graduação, São Paulo, Ano 7 – edição 2, p. 1 – 13. dez. de 2013 – fev. de 2014. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/anagrama/article/download/78994/83075/108446.

Acesso: 10 de maio de 2021

HYPOTHESES. Museus virtuais e cibermuseus: A internet e os museus. Disponível em: https://globalherit.hypotheses.org/museu-afrodigital-estacao-portugal/museus-virtuais -e-cibermuseus-a-internet-e-os-museus. Acesso em: 07 maio 2021.

JANEIRO, Museu de Arte Moderna do Rio de. Sobre o MAM. Disponível em: https://mam.rio/sobre/. Acesso em: 16 jun. 2021.

JANEIRO, Museu de Arte Moderna do Rio de. Instagram. 2021. Instagram: @mam.rio. Disponível em: https://www.instagram.com/mam.rio/. Acesso em: 16 abr. 2021.

KISLANSKY, Israel. Perfil no Instagram. 2021. Instagram: @israel.kislansky. Disponível em: https://instagram.com/israel.kislansky?igshid=n5c7ffsrtjlf. Acesso em: 26 abr. 2021.

MACHADO, Arlindo. Arte e Mídia: aproximações e distinções. Galáxia: Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Comunicação e Semiótica da PUC-SP, v. 2, n. 4 (2002), p.19-32. Disponível em: http://www.revistas.univerciencia.org/index.php/galaxia/article/view/1309/1079.

Acesso em: 20 março. 2021

MANOVICH, Lev. Novas mídias como tecnologia e ideia: dez definições. -: O Chip e O Caleidoscópio: Reflexões Sobre As Novas Mídias. São Paulo: Editora Senac, 2005. p. 25-50.

MAZZUCHETTI, Talita Fração. As Tecnologias da contemporaneidade na vida artísticas: narrativas e aproximações. 2012. 43 f. TCC (Graduação) - Curso de Artes Visuais – Bacharelado, Universidade do Extremo Sul Catarinense - Unesc, Criciúma, 2012.

MENDONÇA, Camila. Arte digital. Educa mais Brasil. 13 de fevereiro de 2019. Disponível em: https://www.educamaisbrasil.com.br/enem/artes/arte-digital. Acesso em 10 de maio de 2021.

MORO, C.; Frecero Consiglio, M.; Fritas Cunha, I.; Alessandra Wiggers Peçanha, G.; Maciel Peçanha, F. Imago: Arte fotográfica na construção da percepção Sociocomportamental: Mudanças promovidas pela pandemia na população local. Anais do Salão Internacional de Ensino, Pesquisa e Extensão, v. 12, n. 3, 20 nov. 2020.

EDUCACIONAL, Gestão. O QUE é arte digital?: Quando surgiu? Tipos de arte digital e Características. In: Site, 27 ago. 2019. Disponível em: https://www.gestaoeducacional.com.br/o-que-e-arte-digital-quando-surgiu/. Acesso em: 20 out. 2021.

PAULO, Museu de Arte de São. Instagram. 2021. Instagram: @masp. Disponível em: https://instagram.com/masp?utm_medium=copy_link. Acesso em: 18 jun. 2021.

PEÇANHA, Taiele Pinheiro da Silva de Miranda; PEÇANHA, Lucio Marques. O ensino de artes na pandemia do coronavírus e as perspectivas futuras. Educação A Distância na Era Covid-19: Possibilidades, Limitações, Desafios e Perspectivas, [S.L.], p. 117-127, 2 dez. 2020. Atena Editora.

RAMOS, Penha Élida Ghiotto Tuão; MARTINS, Analice de Oliveira. Reflexões sobre a rede social Instagram: do aplicativo à textualidade. Texto Digital, [S.L.], v. 14, n. 2, p. 117-133, 21 dez. 2018. Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

ROBERTO, Y. A.; BOHNS, N. M. F. Hashtag Art: entre o público e o artista visual. Seminário de História da Arte, v. 5, p. 01-10, 2016.

RODRIGUES, Marcelo Andrade. Arte digital. 2012. 89 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de História da Arte Contemporânea, Universidade Nova de Lisboa, Lisboa, 2012.

SOUTO, Virgínia Tiradentes; CAMARA, Rogério. Design, arte e tecnologia: princípios e as novas mídias. In: ENCONTRO INTERNACIONAL DE ARTE E TECNOLOGIA - (#10.ART): modus operandi universal, 10., 2011, Brasília. Anais... Brasília: PPG Arte da UnB, 2011. Disponível em: <https://art.medialab.ufg.br/up/779/o/10art_VirginiaTiradentes.pdf>. Acesso em: 04 abr. 2021.

STATISTA. Countries with the most Instagram users 2021. 2021. Disponível em: https://www.statista.com/statistics/578364/countries-with-most-instagram-users/. Acesso em: 29 abr. 2021.

THOMSEN, Amanda. O fenômeno de viralização de exposições de arte na rede social instagram. 2019. 28 - Universidade Tecnológica Federal do Paraná departamento acadêmico de desenho industrial – DADIN Especialização em narrativas visuais, CURITIBA, 2019.

UPF. Museus usam as redes sociais para manter a cultura viva. 2020. Disponível em: https://www.upf.br/mavrs/noticia/museus-usam-as-redes-sociais-para-manter-a-cultur a-viva. Acesso em: 07 maio 2021.

Downloads

Publicado

22.12.2021

Como Citar

Souza Lira da Conceição, J., & Souza Lira da Conceição, V. (2021). INSTAGRAM NA ARTE: AS RELAÇÕES SOCIAIS ENTRE ARTISTA E PÚBLICO. Revista Da FUNDARTE, 47(47). https://doi.org/10.19179/2319-0868/1053