Encontros com a arte em autobiografias de Licenciandas em Pedagogia.

Maria Emilia Sardelich

Resumo


Este artigo apresenta relatos de licenciandas em Pedagogia sobre seus encontros com a arte. A metodologia da pesquisa narrativa trata as autobiografias como fonte de investigação para indagar sobre a formação em arte, produzir conhecimento sobre essa formação como também perceber o seu sentido para as licenciandas. Ao se referirem às práticas artísticas do contexto familiar, as narrativas são poéticas, emotivas, contrastando com uma árida exposição referente ao tempo escolar. A prática artística na escola ganhou pouco sentido, o que requer uma desaprendizagem da experiência escolar e da narrativa da arte como autoexpressão individual para a da arte relacional, que decolonize os conceitos de arte e estética e desobrigue a subjetividade.


Palavras-chave


Ensino de Arte; Prática Docente; Autobiografia.

Texto completo:

Ler Artigo

Referências


BOSI, Eclea. O tempo vivo da memória: ensaios de Psicologia Social. São Paulo: Ateliê Editorial, 2003.

CANCLINI, Néstor Garcia. A socialização da arte: teoria e prática na América Latina. São Paulo: Editora Cultrix Ltda, 1984.

CANTON, Katia. Temas da Arte Contemporânea. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2009.

CLANDININ, D. Jean; CONNELLY, F. Michael. Pesquisa narrativa: experiência e história em pesquisa qualitativa. 2 ed. Uberlândia, MG: EDUFU, 2015.

CUNHA, Susana Rangel Vieira. Uma arte do nosso tempo para as crianças de hoje. In: CUNHA, Susana Rangel Vieira; CARVALHO, Rodrigo Saballa de (orgs.). Arte Contemporânea E Educação Infantil. Porto Alegre: Editora Mediação, 2017. p. 9-26.

____. Cenários da Educação Infantil. Educação &Realidade, n. 30, v. 2, p. 165 – 185, jul./dez. 2005.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da indignação: carta pedagógica e outros escritos. São Paulo: UNESP, 2000.

GUATTARI, Felix. As três ecologias. Campinas: Papirus,1990.

JOSSO, Marie-Christine. O corpo biográfico: corpo falado e corpo que fala. Educação & Realidade, Porto Alegre, v. 37, n. 1, p. 19-31, jan./abr. 2012.

____. Experiências de vida e formação. São Paulo: Cortez, 2004.

LARROSA, Jorge. Experiência e alteridade em educação. Revista Reflexão e Ação, Santa Cruz do Sul, v.19, n2, p.04-27, jul./dez. 2011.

MAFFIOLETTI, Leda de Albuquerque. As funções sociais da Música no contexto escolar. Cadernos de Formação - Educação Musical. Porto Alegre: Secretaria Municipal de Educação, 1993.

MARCELO, C. A identidade docente: constantes e desafios. Revista Formação Docente, v. 1, n. 1, ago.- dez. 2009.

MARTINS, Mirian Celeste. Artes visuais: ‘a rainha’ das linguagens artísticas nos cursos de pedagogia? Trama Interdisciplinar, São Paulo, v. 6, n. 2, p. 75-92, maio/ago. 2015

MIZUKAMI, Maria das Graças Nicoletti. Escola e aprendizagem da docência: processos de investigação e formação. São Carlos, SP: EdUFSCAR/INEP, 2002.

MORENO, Pedro Pablo Gomez; MIGNOLO, Walter. Estéticas decoloniales. Bogotá: Universidad Distrital Francisco José de Caldas, 2012.

NORA, Pierre. Entre memória e história: a problemática dos lugares. Projeto História, São Paulo, v. 10, p. 7-28, dez. 1993.

ORNER, Mimi. Interrumpiendo los llamados para una voz de el y la estudiante en la educación “liberadora”. In: BELAUSTEGUIGOITIA, Marisa. Géneros profíguos. Barcelona: Paidós, 1999. p. 117-133.

PASSEGGI, Maria da Conceição; SOUZA, Elizeu Clementino de. O movimento (auto)biográfico no Brasil: esboço de suas configurações no campo educacional. Revista Investigación Cualitativa, v. 2, n. 1, p. 6-26, 2017.

PENNA, Maura; ALVES, Erinaldo. Marcas do romantismo: os impasses da fundamentação dos PCN Arte. In: PENNA, Maura (coord.) É este o ensino de arte que queremos? Uma análise das propostas dos Parâmetros Curriculares Nacionais. João Pessoa: Editora Universitária, 2001. P. 57-80.

SANTAELLA, Lucia. Desafios da ubiquidade para a educação. Revista Ensino Superior, Unicamp, 04/04/2013.

VEIGA, Ilma Passos Alencastro. A Prática Pedagógica do Professor de Didática. 3 ed. Campinas: Papirus, 1996.




DOI: http://dx.doi.org/10.19179%2F2319-0868.672

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Qualis A2 em Arte

Publicação semestral podendo ter edições temáticas durante o ano.