Ritmo abstrato: a música visual no filme absoluto

Vitor Droppa Wadowski Fonseca

Resumo


A definição mais recorrente de Música Visual desponta do cinema de vanguarda emergente na Alemanha durante a década de 1920 e remete aos Filmes Absolutos produzidos por Walter Ruttman, Hans Richter, Viking Eggeling e Oskar Fischinger. O estudo desenvolvido nesta pesquisa constrói uma análise de suas obras, conceitos e processos artísticos a fim de compreender como as linguagens sonoras e visuais foram articuladas para a criação da Música Visual em seus filmes. A partir do contraponto entre os trabalhos cinematográficos analisados, o artigo apresenta uma perspectiva sobre o conceito de Música Visual no Filme Absoluto que contempla e correlaciona as diferentes concepções fomentadas por seus precursores.

Palavras-chave


Artes; Cinema Experimental; Música Visual; Filme Absoluto.

Texto completo:

Ler Artigo

Referências


BRANCO, Patrícia S. C.. Cinema Abstracto: da vanguarda europeia às primeiras manipulações digitais da imagem. Lisboa: Universidade Nova de Lisboa (Biblioteca Online de Ciências de Comunicação), 1999. Disponível emhttp://bocc.ubi.pt/pag/bocc-cinema-patricia.pdf. Acesso em 25 de Março de 2019.

CENTER for Visual Music. Oskar Fischinger Biography. CVM's Online Library, 2017. Adaptado e editado pelo CVM a partir de material providenciado por William Moritz. Disponível emhttp://www.centerforvisualmusic.org/Fischinger/OFBio.htm. Acesso em 10 de Abril de 2019.

COOK, Malcolm. Visual Music in Film, 1921-1924: Richter, Eggeling, Ruttman. In: Charlotte de Mille (ed). Music and Modernism. Cambridge: Cambridge Scholars Publishing, 2011. Disponível em https://www.academia.edu/3371551/Visual_Music_in_Film_1921-1924_Richter_Eggeling_Ruttman. Acesso em 20 de Março de 2019.

ELDER, Bruce R. Hans Richter and Viking Eggeling: The Dream of Universal Language and the Birth of The Absolute Film. Toronto: Ryerson University, 2007. Disponível emhttp://rbruceelder.com/documents/writing/bibliography/film/critical_writing/2007_Elder_R_Bruce_Hans_Richter_and_Viking_Eggeling_The_Dream_of_Universal_Language_and_the_Birth_of_The_Absolute_Film.pdf. Acesso em 23 de Março de 2019.

EVANS, Brian. Foundations of a Visual Music. In: Computer Music Journal. Alabama: Universidade do Alabama (Departamento da Arte e História da Arte), 29:4, 2005, p. 11-24.

FISCHINGER, Oskar. About Motion Painting No. 1. CVM's Online Library, escritos não publicados, 1949. Disponível em http://www.centerforvisualmusic.org/Fischinger/OFFilmnotes.htm. Acesso em 06 de junho de 2019.

_________________. A Timetable and Music: A visit to Oskar Fischinger's Color-Sound Animated Film Studio, 1994, entrevistador desconhecido. In: KEEFER, Cindy. Oskar Fischinger (1900-1957): Experiments in Cinematic Abstraction. Amsterdam: Eye Film Museum, 1st edition, 2013, p.106-108.

_________________. My statements are in my work, Originalmente publicado em “Art and Cinema”, editado por Frank Stauffacher. São Francisco: Art Cinema Society, San Francisco Museum of Art, 1947. In: KEEFER, Cindy. Oskar Fischinger (1900-1957): Experiments in Cinematic Abstraction. Amsterdam: Eye Film Museum, 1st edition, 2013, p.112-114.

GREENBERG, Clement. Vanguarda e kitsch. 1934. In: FERREIRA, Glória; MELLO, Cecilia C (Org.). Clement Greenberg e o Debate Crítico. Tradução de BORGES, M. L. X de A. Rio de Janeiro: Funarte, 1997, p. 27-43.

KANDINSKY, Wassily. Do espiritual na arte. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

KEEFER, Cindy. Oskar Fischinger (1900-1967): Experiments in Cinematic Abstraction. Amsterdam: Eye Film Museum, 1st edition, 2013.

MOLLAGHAN, Aimee. The Visual Music Film. Londres: Palgrave Macmillan, 2015.

MORITZ, William. Optical Poetry: life and work of OskarFischinger. Eastleight: John Libbey Publishing, 2004.

________________. Abstract Films of the 1920s. Toronto: The Art Gallery of Ontario, associado ao Congresso Internacional de Filme Experimental, 1989. Disponível emhttp://www.centerforvisualmusic.org/Moritz1920sAb.htm. Acesso em 17 de Abril, 2019.

________________. Color Harmony/Color Music. In: El color en el arte mexicano. México: Universidad Nacional Autonomica de Mexico, 1994, p. 34-36. Disponível em

http://www.centerforvisualmusic.org/library/ColorHarmony.htm. Acesso em 20 de maio de 2019.

________________. Towards an Aesthetic of Visual Music. Montreal: ASIFA Canada, Asifa Canada Bulletin, vol. 14:3, 1986. Disponível em http://www.centerforvisualmusic.org/TAVM.htm. Acesso em 06 de junho de 2019.

WERNECK, Daniel L. Poetas da Música Visual: Oskar Fischinger. Belo Horizonte: Pós (Revista do Programa de Pós Graduação em Artes da Escola de Belas Artes da UFMG), v. 4, n. 7, 2014. Disponível em https://www.eba.ufmg.br/revistapos/index.php/pos/article/view/175 Acesso em 06 de junho de 2019.




DOI: http://dx.doi.org/10.19179%2F2319-0868.706

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Creative Commons License
This work is licensed under a Creative Commons Attribution 3.0 License.

Qualis A2 em Arte

Publicação semestral podendo ter edições temáticas durante o ano.