RODACADE: VIRTUALIDADE, ARTE E INCLUSÃO

Autores

  • Rafaela Carangache Kijner Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Flavia Pilla do Valle Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Palavras-chave:

Dança, deficiência, pandemia

Resumo

O presente estudo versa sobre a temática da inclusão, tecnologia e dança, em relação ao projeto de Extensão Universitária intitulado “Roda de Conversas e Ações Artísticas e Culturais em Artes e Deficiências (RODACADE)”. Tem o objetivo de descrever e analisar os processos de implementação online e experimentação artística nos encontros do projeto. As seguintes questões foram selecionadas para nortear a pesquisa: de que modo o projeto RODACADE foi adaptado para promover acessibilidade tecnológica aos participantes? Como a bolsista se insere no grupo em andamento? Como desenvolver experiências artísticas com diversos corpos (pessoas com e sem deficiência, com e sem experiência em dança) através da tela com segurança? A metodologia é inspirada no trabalho de campo, que envolve observações, descrições do processo em diário, registro dos materiais (por fotos e vídeos) e conversas virtuais. O estudo é desenvolvido em sete meses, com encontros semanais, contando com cerca de quinze sujeitos participantes. São apresentadas as ações iniciais para a viabilização do projeto, as escolhas pedagógicas e experiências artísticas desenvolvidas ao longo dos encontros. Os principais resultados apontam que a questão da diversidade dos corpos não foi um obstáculo, mas um impulso criativo nos trabalhos de experimentação coreográfica. O procedimento de condução compartilhado desenvolveu autonomia nos participantes e foi fundamental para a aproximação do grupo mesmo a longa distância.

Biografia do Autor

Rafaela Carangache Kijner, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Licencianda em Dança pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul

Flavia Pilla do Valle, Universidade Federal do Rio Grande do Sul

É professora da Graduação de Dança e do Mestrado em Artes Cênicas da UFRGS. Doutora em Educação pela UFRGS. Mestre em Dança pela New York University e Especialista pelo Laban/Bartenieff Institute.

Referências

CURY, Carlos Roberto Jamil; FERREIRA, Luiz Antonio Miguel; FERREIRA, Luiz Gustavo Fabris; REZENDE, Ana Mayra Samuel da Silva. O Aluno com Deficiência e a Pandemia. São Paulo, 2020

KIJNER, Rafaela. Ações Culturais, Conexões Digitais e Reflexões Inclusivas: Salão de Ensino UFRGS 2021. Youtube. Disponível em: https://youtu.be/SFP-uz18Uds. Acesso em 16 ago. 2021.

KIJNER, Rafaela. Extensores: RODACADE. Youtube. Disponível em: https://youtu.be/pxp_FhJPZzc. Acesso em 16 ago. 2021.

KIJNER, Rafaela. Roda de Conversas e Ações Artísticas e Culturais em Artes e Deficiências. Youtube. Disponível em: https://youtu.be/A4JOfRCZxsY. Acesso em 16 ago. 2021.

LANA, Raquel Martins et al. Emergência do novo coronavírus (SARS-CoV-2) e o papel de uma vigilância nacional em saúde oportuna e efetiva. Cadernos de Saúde Pública, v. 36, p. 1-5, 2020.

MADEIRA, Raquel Raso Rodrigues Pinto. Dança e Internet-conectividade e participação na criação coreográfica. 2019. Tese de Doutorado.

SOUZA, Virginia Lais. Deficiências: Pensando Espaços entre Dança e Terapia. R. FACED, n.16. Salvador, 2009.

Downloads

Publicado

25/11/2021

Como Citar

Kijner, R. C., & do Valle, F. P. (2021). RODACADE: VIRTUALIDADE, ARTE E INCLUSÃO. Seminário Nacional De Arte E Educação, 27(27), 930. Recuperado de https://seer.fundarte.rs.gov.br/index.php/Anaissem/article/view/930

Edição

Seção

27º Seminário Nacional de Arte e Educação - RELATO DE EXPERIÊNCIA