Negritude: construções na identidade social

Autores

  • Gabriela Souza da Rosa Universidade Estadual do Rio Grande do Sul - UERGS
  • Sílvia da Silva Lopes Universidade Estadual do Rio Grande do Sul - UERGS

Palavras-chave:

Vivência, identidade, experiência.

Resumo

Com esta experiência do projeto de extensão Compartilhando Vivências da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS), venho falar sobre a vivência que tive como bolsista voluntária  acadêmica de iniciação à docência do projeto. Sou aluna do curso de Graduação em Dança: Licenciatura da UERGS Montenegro/RS. Participei desse projeto dando aulas de Danças de Matriz Africana,  oportunizando a mim e aos participantes uma experiência de troca significativa e relações de opiniões de uma forma irreverente. A metodologia da aula foi sendo construída a partir da minha relação com os alunos, e com um método de avaliação criado pelo próprio projeto, com auxílio do coordenador do mesmo, ao longo das aulas. Essa experiência foi enriquecedora, pois me permitiu pensar novas formas de abordagens didático pedagógicas para essa modalidade de dança.

Downloads

Como Citar

Rosa, G. S. da, & Lopes, S. da S. (2014). Negritude: construções na identidade social. Seminário Nacional De Arte E Educação, (24), P. 556–559. Recuperado de https://seer.fundarte.rs.gov.br/index.php/Anaissem/article/view/245

Edição

Seção

Eixo Temático 8 - O ensino da arte e a inclusão escolar (Relato de Experiência)

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 > >>