EDUCAÇÃO MUSICAL E FOLCLORE: PRÁTICAS DOCENTES NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Autores

  • Cibele Machado Maier Universidade Estadual do Rio Grande do Sul
  • Cristina Rolim Wolffenbüttel

Palavras-chave:

Educação Infantil, Educação Musical, Folclore.

Resumo

O presente projeto de pesquisa sobre Educação Musical e Folclore: Práticas Docentes na Educação Infantil originou-se a partir do questionamento: Como a Educação Musical e o Folclore estão inseridos nas práticas docentes na Educação Infantil? Tem como objetivo investigar como os professores da rede pública municipal de Osório estão utilizando a música e o folclore nas suas práticas docentes na Educação Infantil. Os referenciais teóricos desta pesquisa incluem conceitos e teorias sobre a educação musical, educação infantil, folclore e formação de professores. A metodologia tem como base a abordagem qualitativa, o estudo de caso como método, o envio de formulários via on-line e a coleta de documentos, incluindo os projetos político pedagógicos das escolas municipais de Educação Infantil de Osório (RS) e o Documento Curricular de Osório como técnicas para a coleta dos dados. A análise de conteúdo foi a técnica escolhida para a análise dos dados. Como possíveis produtos desta pesquisa pretende-se elaborar um e-book com sugestões de canções e brincadeiras para a educação infantil, além de um curso online sobre Educação Musical e Folclore para docentes da Educação Infantil. Pretende-se que esta pesquisa contribua com as propostas para a educação musical na educação infantil, considerando-se as práticas docentes e o trabalho com o folclore. 

Biografia do Autor

Cibele Machado Maier, Universidade Estadual do Rio Grande do Sul

Professora Educação Infantil e Ensino Fundamental; Mestranda em Educação pela Universidade Estadual do Rio Grande do Sul.

Referências

BRASIL. Ministério da Educação. Base nacional comum curricular. Brasília, 2017.

BRASIL. Lei nº 11.769/2008. Brasília, 2008.

BRITO, Teca Alencar de. Um jogo chamado música: escuta, experiência, criação, educação. São Paulo: Peirópolis, 2019.

CASCUDO, Luís da Câmara. Dicionário do folclore brasileiro. 5.ed. Belo Horizonte: Itatiaia, 1967.

FIGUEIREDO, Sergio Luiz Ferreira de. A educação musical de professores generalistas. Cuadernos Interamericanos de Investigación en Educación Musical, México, v. II n.5, p. 17-28, 2003.

INOCENTI, Paulo; ORSO, Darci. Folclore infantil: o resgate da cultura infantil. São Leopoldo: Oikos, 2007.

MORAES, Roque. Análise de conteúdo. Revista Educação, Porto Alegre, volume 22, nº 37, p. 7-32, 1999.

MARCONI, M. de A. LAKATOS, E. M. Metodologia científica. 5ª ed. São Paulo: Atlas, 2011.

MATTOS JUNIOR, Inaldo Mendes de. As contribuições da Música para o Desenvolvimento Intelectual e Social da Criança. XII Encontro Regional Nordeste da ABEM. São Luis, 29 a 31 de outubro de 2014.

PARIZZI, Maria Betânia. O canto espontâneo da criança de zero a seis anos: dos balbucios às canções transcendentes. Revista da ABEM. Porto Alegre: volume 14, número 15, 2006.

WOLFFENBÜTTEL, Cristina Rolim. Folclore e música folclórica: o que os alunos vivenciam e pensam. Curitiba: Appris, 2019.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 2. ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.

______. Estudo de caso: planejamento e métodos. 5. ed. Porto Alegre: Bookman, 201

Downloads

Publicado

25/11/2021

Como Citar

Maier, C. M., & Wolffenbüttel, C. R. (2021). EDUCAÇÃO MUSICAL E FOLCLORE: PRÁTICAS DOCENTES NA EDUCAÇÃO INFANTIL. Seminário Nacional De Arte E Educação, 27(27), 1043. Recuperado de https://seer.fundarte.rs.gov.br/index.php/Anaissem/article/view/1043

Edição

Seção

27º Seminário Nacional de Arte e Educação - PESQUISA EM ANDAMENTO

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

1 2 3 4 5 6 7 > >>