O DESENHO DA CENA EM UM PROCESSO COLABORATIVO: INVESTIGAÇÕES ACERCA DA CENOGRAFIA PERFORMATIVA

Autores

  • Mateus Junior Fazzioni Universidade Federal de Santa Maria - UFSM
  • Marcia Berselli Universidade Federal de Santa Maria - UFSM

DOI:

https://doi.org/10.19179/2319-0868.792

Palavras-chave:

Designer de cena, Processo colaborativo, Desenho da cena,

Resumo

O presente texto analisa a atuação do designer de cena em um processo criativo desenvolvido em modo colaborativo em ambiente universitário. No desenvolvimento do acontecimento cênico “xxxx” (2019) cada um dos agentes assumiu diferentes funções artísticas na cena propondo explorações por meio de workshops de criação. Assim, o objetivo do artigo é investigar como ocorre a concepção do desenho da cena pelo artista designer de cena em um processo colaborativo, levando em conta as especificidades desse modo de articulação dos artistas que prima pela horizontalidade das hierarquias. As reflexões aqui apresentadas buscam investigar os indícios de uma cenografia performativa por meio da ética e estética implicadas no processo criativo.

Biografia do Autor

Mateus Junior Fazzioni, Universidade Federal de Santa Maria - UFSM

Acadêmico do Curso de Licenciatura em Teatro na Universidade Federal de Santa Maria - UFSM. Bolsista de Iniciação Científica do Grupo de Estudos sobre Teatro e Infâncias (GETIs/CNPq), durante os anos de 2017 e 2018. Atualmente atua como Bolsista de Iniciação Científica (FIPE/UFSM) no Grupo de Pesquisa Teatro Flexível: práticas cênicas e acessibilidade (CNPq/UFSM) e como performer pesquisador no Laboratório de Criação (LACRI/CNPq). Ator, Professor-Performer e Pesquisador. Tem interesses na área de Artes, com investigações a respeito do teatro, performance, processos criativos, processos colaborativos, processos artístico-pedagógicos e educação.

Marcia Berselli, Universidade Federal de Santa Maria - UFSM

Professora do Departamento de Artes Cênicas da Universidade Federal de Santa Maria - UFSM. Doutora em Artes Cênicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS. Líder do Grupo de Pesquisa Teatro Flexível: práticas cênicas e acessibilidade (CNPq/UFSM) e do Laboratório de Criação (LACRI/CNPq) e Coordenadora do Programa de Extensão Práticas Cênicas Escola e Acessibilidade. Artista da Cena.

Referências

ARAÚJO, Antônio. O processo colaborativo como modo de criação. Revista Olhares, São Paulo, n. 01, 2009. Disponível em: http://www.celiahelena.com.br/olhares/index.php/olhares/article/view/8/8. Acesso em: 19 nov. 2019.

BERSELLI, Marcia et al. Processo colaborativo e a busca pela horizontalidade das relações entre as funções da cena: procedimentos, práticas e estratégias de criação. Conceição/Conception, Campinas, v. 7, n. 2, 2018. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/conce/article/view/8650145/19001. Acesso em: 20 dez. 2019.

COHEN, Miriam Aby. O desenho da cena como experiência: intersecções na prática artística contemporânea entre cenografia instalação expografia. 2015. Tese (Doutorado em Teoria e Prática do Teatro) - Escola de Comunicações e Artes, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015.

FÉRAL, Josette. Além dos limites: teoria e prática do teatro. São Paulo: Perspectiva, 2015. 224 p.

___________. Performance e performatividade. In: MOSTAÇO, Edélcio, OROFINO, Isabel, BAUMGÄRTEL, Stephan, COLLAÇO, Vera. Sobre Performatividade. Florianópolis: Letras Contemporâneas, 2009. 272 p.

___________. Por uma poética da performatividade: o teatro performativo. Sala Preta, São Paulo, v. 8, 2009. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/salapreta/article/view/57370/60352. Acesso em: 19 nov. 2019.

FERNANDES, Silvia. Teatralidade e Performatividade na Cena Contemporânea. Repertório, Salvador, n. 16, 2011. Disponível em: https://portalseer.ufba.br/index.php/revteatro/article/view/5391/3860. Acesso em: 19 nov. 2019.

LEHMANN, Hans-Thies. Teatro pós-dramático. São Paulo: Cosac Naify, 2007. 440 p.

___________. Teatro pós-dramático e processos de criação e aprendizagem da cena: um diálogo com Hans-Thies Lehmann. Revista Aspas. São Paulo, v. 31, n. 02, 2013. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/salapreta/article/view/69094/71540. Acesso em: 19 nov. 2019.

MESQUITA, Priscila de Azevedo Souza. Em busca de um teatro feminista: relatos e reflexões sobre o processo de criação do texto e espetáculo "Jardim de Joana". 2012. Dissertação (Mestrado em teatro) - Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2012.

ODDEY, Alison. Devising Theatre: a practical and theoretical handbook. London: Routledge, 1994. 254 p.

RAMOS, Luiz Fernando. Mimesis Performativa. A Margem de Invenção Possível. São Paulo: Anna Blume, 2015. 290 p.

RODRIGUES, Cristiano Cezarino. O campo ampliado da teatralidade performativa na cenografia contemporânea. O Percevejo, Rio de Janeiro, v. 8, n. 1, 2016. Disponível em: http://www.seer.unirio.br/index.php/opercevejoonline/article/view/4056/5210. Acesso em: 19 nov. 2019.

ROSSINI, Élcio. Cenografia no teatro e nos espaços expositivos: uma abordagem além da representação. TransInformação, Campinas, v. 24, n. 3, 2012. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tinf/v24n3/a01v24n3. Acesso em: 19 nov. 2019.

SCHECHNER, Richard. Performance Studies: an introduction. New York, USA: Routledge, 2006. 368 p.

Downloads

Publicado

30/09/2021

Como Citar

Fazzioni, M. J., & Berselli, M. (2021). O DESENHO DA CENA EM UM PROCESSO COLABORATIVO: INVESTIGAÇÕES ACERCA DA CENOGRAFIA PERFORMATIVA. Revista Da FUNDARTE, 46(46), 1–22. https://doi.org/10.19179/2319-0868.792