Ser e vir–a–ser: cultura da diversidade em Ivoti

Autores

  • Andréa Cristina Baum Schneck

Resumo

O Projeto Ser e Vir-a–ser: cultura da diversidade em Ivoti, vem sendo desenvolvido no PLUG-Programa Lazer Unindo Gerações de Ivoti, desde 2015, tem sido um espaço dinâmico de aprendizagens significativas. Tem oportunizado múltiplas vivências de arte e cultura para crianças e jovens, dos 5 aos 17 anos, através de 5 oficinas: cultura indígena, cultura afro e afro-brasileira, cultura alemã na dimensão teuto-brasileira, cultura japonesa na dimensão nipo-brasileira, e cultura gaúcha.Todas oficinas estão pautadas na construção do “ser”, conduzindo ao conhecimento de si e do outro, através do resgate e fortalecimento das identidades e subjetividades, ressignificando sentidos de pertencimento. Nasceu da necessidade de implementar ações concretas em relação à diversidade cultural em nossa comunidade, vencendo choques culturais e problemáticas na perspectiva da inclusão. Amparados nas Leis 10.639/03 e 11.645/08, sentimo-nos motivados a criar o Projeto que se fortificou quando do convênio feito entre poder público de Ivoti e FECA- Fundo Estadual da Criança e do Adolescente, do qual recebemos recursos, bem como mediante a aprovação da Resolução Nº6 de 27 de agosto de 2015, que estabeleceu diretrizes curriculares municipais para educação das relações étnico-raciais em Ivoti, muito embora este conteúdo já faça parte dos planos de estudo da área da arte em Ivoti há muitos anos. Ressalta-se as relações étnico-raciais estabelecidas e o conhecimento produzido, com base no pleno exercício da cidadania. São mais de 500 alunos e suas famílias envolvidas diretamente, adesão de outras oficinas de arte, integração entre gerações.

Downloads

Publicado

06/10/2016

Como Citar

Schneck, A. C. B. (2016). Ser e vir–a–ser: cultura da diversidade em Ivoti. Seminário Nacional De Arte E Educação, (25), P. 194 – 197. Recuperado de https://seer.fundarte.rs.gov.br/index.php/Anaissem/article/view/381

Edição

Seção

Mesa Temática 7 - Projetos Sociais na Perspectiva do ensino de Arte (Relato de Experiência)