NUNES, J. V. F. MAS AONDE FOI PARAR A SANTA DO SERTÃO, MARIA SALDANHA?: PROCURA INCESSANTE POR FIGURAS FEMININAS QUE ACAMPAM UM ÍNTIMO/MUNDO IMENSAMENTE POVOADO. Revista da FUNDARTE, [S. l.], v. 43, n. 43, p. 1–15, 2020. DOI: 10.19179/2319-0868/758. Disponível em: https://seer.fundarte.rs.gov.br/index.php/RevistadaFundarte/article/view/758. Acesso em: 26 jun. 2022.